Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


14
Abr15

A aventura do Reshape, dia 02

por O Arrumadinho

Ontem, tal como hoje, acordei às 6h30 para cumprir com a minha corrida diária de preparação para a maratona de Madrid, a 26 de Abril. Foram 8 km rápidos, com subidas e descidas, em circuíto, para me adaptar ao percurso da prova em Espanha. Não forcei muito porque já sabia que daí a pouco chegaria um treino daqueles puxadotes.

IMG_0235.JPG

A vista do meu quarto no EPIC SANA Algarve 

 

O pequeno almoço e o treino

Antes, ainda tive direito a um pequeno almoço de rei. Foi a desforra do dia anterior. Havia queijo fresco, fiambre de perú, pão escuro, iogurtes e ovos (cozidos ou mexidos, só claras, que foi o que escolhi). Pela primeira vez, senti-me verdadeiramente cheio. Não foi propriamente a melhor coisa, visto que às nove da manhã já estávamos a treinar. Primeiro, um aquecimento de corrida de 10 minutos (que bom, já não corri aí há uma meia-hora), depois com exercícios de recuperação e alongamentos no ginásio (usámos o rolinho assassino que nos passa os músculos a ferro, mas faz maravilhas). Por fim, agarrámos em bolas medicinais, kettle bells, pesos, elásticos e fomos todos para a praia, ainda deserta e ligeiramente ventosa.

O PT André Vitorino montou várias estações, num circuíto ao estilo cross fit, mas na areia da praia. Havia flexões de braços, corrida preso por um elástico à cintura, prancha, agachamentos com projeção de uma bola de 8 kg para o ar, clean and press com kettle bell, joelhos ao peito e sprints. Cada estação durava um minuto, com intervalos de 20 segundos. Foi um horror. Demos três voltas completas ao circuíto. 

FullSizeRender (5).jpg

 

Para terminar, fizemos um sprint pelas escadas que dão acesso ao hotel, com regresso à praia. Consegui fazer a coisa em 1'25''. Quando já estávamos prontinhos para regressar ao EPIC, o André achou que era boa ideia voltarmos a fazer o circuíto, mas desta vez individualmente, e com repetições certas, em vez de levarmos um minuto em cada exercício. A ideia era tentar cumprir o circuíto o mais rápido possível. Foi mesmo só para deixar toda a gente de rastos.

Bebemos um reconfortante sumo detox (de laranja, couve e coentros) e duas mini panquecas de aveia, antes dos alongamentos num terraço alto do hotel, com uma vista maravilhosa de mar.

O almoço e a mesoterapia

Uma vez mais, o almoço foi um desafio para todos. Pela primeira vez, cada um teve direito a uma refeição personalizada com indicações da nutricionista Cláudia Santos. Todos invejaram as minhas seis colheres de arroz selvagem (alguns só tiveram direito a três). Acompanhava uns rolos de perú deliciosos. Para terminar houve maçã fatiada com um morango e alguns mirtilos.

IMG_0304.JPG

 Nacos de perú com arroz selvagem — era perú, mas soube a pato

 

A meio da tarde, às 16h30, e antes do snack da tarde (um pão escuro com fiambre de perú e maçã fatiada com canela), fui pela primeira vez a uma sessão de mesoterapia.

Confesso que não fazia bem ideia do que era a mesoterapia. Pedi à terapeuta do Sayanna Spa que me explicasse o conceito e os efeitos da coisa. Lá me disse que podia escolher um de quatro tratamentos (adelgaçante, estrias, celulite e tonificante) e que, depois, teria de seleccionar a zona do corpo onde queria que fosse aplicado o tratamento. Escolhi o adelgaçante, para eliminar gordura localizada, na zona abdominal. Depois, fez-me uma exfoliação na barriga, passou-me uns cremes e, por fim, esteve 20 minutos a passar-me pela área abdominar com uma máquina que transmite eletro-choques. A ideia é que se abram ao máximo os poros para, depois, o creme à base de cafeína ser aplicado e ter o máximo efeito. 

Soube bem e, ao contrário de outras pessoas, não senti um só choque. Houve quem se queixasse, sobretudo na zona do pulso, onde a máquina estava ligada.

O resto do dia deu para relaxar na piscina, trabalhar e aproveitar um ótimo jantar: sopa de chuchu e nabiça, bifes de atum com cogumelos, batata doce e puré de manga com gengibre e, para terminar, três rodelas de laranja e quatro uvas (isto foi extra menu).

FullSizeRender (6).jpg

 

Aqui que ninguém nos ouve, eu e a minha mulher gamámos um mini pão de cereais só naquela, não fosse a fome atacar-nos à noite. Atacou. E nós atacámos de volta (pobre pãozinho).

Amanhã há mais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:15


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Pronta e Vestida a 14.04.2015 às 10:35

Toda a gente precisava de um programa destes: sol, saúde (alimentar e física) e respetivo descanso.

Passatempo Dia da Mãe a decorrer em www.prontaevestida.com
Sem imagem de perfil

De Soraia do Rosário a 14.04.2015 às 10:50

ahahah
Vocês os dois são demais. A parte final do post então nem se fala. Pobre pãozinho :D
Sem imagem de perfil

De A Pipoca Arrumadinha a 14.04.2015 às 11:47

Que aventura!
Sem imagem de perfil

De Sara a 14.04.2015 às 12:25

Dizes tu que a tua mulher continua humilde e que 95% do que posta tem valores acessiveis. Explica-me o preço de umas sabrinas quase 50€? Achas que a maior parte dos portugueses pode paga-las?

Nao estou a discutir se é barato ou caro, estou a dizer que não é um preço acessivel à maioria das carteiras; ainda por cima vindo de uma pessoa que durante muito tempo "contava tostões" porque até ter o blog como principal fonte de rendimento recebia uma miséria. Como é que uma pessoa pode esquecer o seu percurso? De onde veio? como ja viveu?
subiu o nivel de vida e pensa que os outros 10 milhões tambem, mas há dar uma novidade: nao é verdade.

Repito: Não ponho em questao se são caras ou baratas, mas sabem que não é um preço acessivel a maior parte das pessoas.

Nota-se bem que a humildade continua intacta :))

Tem sido desilusão atras de desilusão.
Sem imagem de perfil

De EA a 14.04.2015 às 13:26

Oh pá.... lá vêm vocês com essa história dos pobres e dos ricos! Estão em todo o lado, a toda a hora e ainda se dizem desiludidos. Pá... se estão desiludidos, vão à vossa vidinha.

Ah, e sejam um pouco mais coerentes: dizer que as sabrinas não são acessíveis,é o mesmo que dizer que são caras.

Como em tudo na vida: quem pode compra, quem não pode não compra!
Sem imagem de perfil

De Rita a 14.04.2015 às 13:58

Ouça um conselho de amiga, Sara: essa sua obsessão pela Pipoca já passou a barreira do ridículo e agora é só patética, por isso considere deixar de se incomodar com o que ela é/escreve (deixe de ler o blog, simplesmente!) e de vir depois fazer queixinhas ao Ricardo.
Que sentido faz queixar-se do nível de vida que a Pipoca ostenta e dos preços dos artigos que promove no blog? Sabe que ninguém é obrigado a comprar nada do que ela usa, não sabe? O que é que lhe interessa se é humilde ou arrogante, solidária ou egoísta, honesta ou mentirosa? Ela não lhe é nada! Não há como perceber essa obsessão, Sara. Siga a sua vida, mulher, concentre-se nas pessoas que admira e de quem gosta!
Sem imagem de perfil

De Ana a 14.04.2015 às 14:46

Oh minha senhora, desde quendo o comprar umas sabrinas de 50€ tem a ver com a humildade de cada pessoa???? Se a pipoca compra umas sabrinas de 50€ é porque tem poder económico para isso e não porque é humilde ou deixa de ser!!!!.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2015 às 15:02

Tenho vindo a assistir aos comentários da Sara no blog da Pipoca e agora aqui e fico mesmo triste com este tipo de atitude. É certo que nem sempre podemos concordar com o que vemos neste ou no blog da Pipoca, é normal que assim seja, porque as pessoas são diferentes. Mas a Sara está sempre numa postura muito agressiva, não se limita a deixar o seu comentário, mas vai mais além, sempre colocando em causa tudo o que é escrito nos blogues, quase que ofendendo os seus autores. Acho que não há necessidade, até porque se este já não se identifica com este blogue e o da Pipoca, então porque os visita? Porque os lê? Não entendo.
Sem imagem de perfil

De Mafalda a 14.04.2015 às 15:47

Não consigo conter a vontade de lhe responder, Sara. Sem querer ser de modo alguma desagradável, diga-me que relação tem a humildade de uma pessoa com o preço de umas sabrinas? Sabrinas essas que são resultado de uma parceria entre marcas?
Se for ao site da Zara facilmente encontrará sabrinas ao mesmo preço ou mais caras, e a Zara é uma loja de moda para massas. Da mesma forma, acredito que a Sara saiba que materiais como couro são mais caros que calçado em plástico. Não digo que todos os portugueses possam pagar, mas o público-alvo é maioritariamente o mesmo. E, mesmo que não o fosse, porque é que o preço de um produto definiria a humildade de quem o vende/publicita? Seria a Pipoca mais humilde se só fizesse parcerias com a boutique da dona Rosa ali da esquina, que vende sapatos a 5,99€? É isso que define a humildade de alguém? Um PVP?
Sem imagem de perfil

De Ema a 14.04.2015 às 20:39

Que chata!
Chata. Chata. Chata. Get a life!
Sim, umas Sabrinas de 50€ podem valer cada euro. Googla ROI e pensa em cada 10€ que deste por cada par de sapatos mal acabados e desconfortaveis.
Sem imagem de perfil

De Ana a 14.04.2015 às 21:06

Sara, estas Sabrinas destinam-se a quem as possa comprar. Para quem quer pagar pouco e estragá-las ao fim de uma tarde já tem a Primark.
Sem imagem de perfil

De stantans a 14.04.2015 às 21:18

e mesmo assim a Sara continua a seguir o blogue :O
Sem imagem de perfil

De Rita a 14.04.2015 às 21:52

A sério, Sara?? Ainda aqui?
Nunca comentei em nenhum blog que leio mas esta Sara é demais..., nem deve ter muito a fazer durante o dia, para se ocupar tanto deste assunto, que como já disseram parece mesmo uma obcessão....
Acho até que a Ana e o Ricardo foram bastante cordiais consigo, tentando que a Sara percebesse alguns pontos doutra maneira, mas com pessoas assim nem vale a pena...
Um conselho para os dois pombinhos: aproveitem esta semana para curtir o hotel, descansar e namorar e quando lerem aqui a Sara, sorriam, encolham os ombros e sejam felizes! beijinhos
Rita
Sem imagem de perfil

De Inês a 14.04.2015 às 22:57

Sara, você é doente... deixe-se lá disso que já ninguém aguenta! Já todos percebemos que odeia a Pipoca de morte e que, para si, ela é a pior pessoa à face da terra, agora não precisa de vir todos os dias repetir isso para o blog do marido dela, quase como a fazer-lhe queixa. Isso é mesmo desagradável, ainda não percebeu? O post do Ricardo nem tem nada a ver com a colecção de sabrinas da Pipoca, e você vem levantar esse assunto para aqui? Poupe-nos.
Sem imagem de perfil

De MS a 14.04.2015 às 15:12

Isso parece estar a ser altamente! Bons treinos! :)

MS Blog (http://ms-blogue.blogspot.pt/)
Sem imagem de perfil

De Renata Rodrigues a 14.04.2015 às 16:54

Oii ... Gostaria de convidar para conhecer o meu blog http://rodrigues-renata.blogspot.com.br/ … espero que goste :D

Redes sociais que sempre coloco as atualizações do Blog

Twitter: @Renata_r154
Instagram: @re_154
Facebook: https://www.facebook.com/Blog.RenataRodrigues
Google+: https://plus.google.com/+Rodrigues-renataBlogspotBr/posts

Beijos
Sem imagem de perfil

De Sílvia Baptista a 14.04.2015 às 19:17

Eu começo a ter dúvidas se este tipo de comentários é feito por pessoas ou gerado por computador. São maus demais.

Comentar post




A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs