Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


31
Ago14

Acabei de chegar a casa vindo de mais um dérbi e, pela primeira vez em muitos, muitos anos, não cheguei feliz pela vitória. Sinceramente, não me lembro muito bem da última vez que o Sporting nos ganhou na Luz para o campeonato, nem sequer estou bem recordado do último golo que havia marcado em nossa casa. Mas desta vez foi quase tudo diferente, o jogo, o resultado, a atitute, tudo.

 

 

O Benfica de Jorge Jesus habituou os adeptos a vitórias, sim, mas sobretudo a uma atitude ganhadora. Seja qual for o estádio, o Benfica joga sempre para ganhar, e nunca se contenta com um resultado diferente, a menos que o empate valha uma classificação, mas mesmo assim o Benfica dos últimos anos tem procurado sempre o golo e um resultado o melhor possível.

Hoje, na Luz, não senti isso. O Benfica até começou bem, a jogar de forma afirmativa, com pulso, e acabou por marcar um golo cedo. Depois, entregou o jogo, passou a bola ao Sporting e ficou à espera. Não sei bem o que é que se passou ali, mas o Benfica resolveu parar de jogar. Pior: entregou o jogo e começou a tremelicar por todos os lados a partir do momento em que o Artur começou a meter água. Foi ameaçando com uns passes disparatados, depois umas saídas incompreensíveis, uns falhanços infantis, até que um deles deu no que deu. Não acredito que aquele golo ridículo tenha surpreendido muita gente, foi só uma consequência óbvia do que se estava a passar, e que todos adivinhavam que estava para chegar.

 

Na segunda parte houve mais novidades. O Benfica voltou a mandar no jogo, voltou a tentar ir para a frente, teve várias oportunidades, só que apanhou com um Sporting sem medo, de dente cerrado e olho no olho com o campeão. Marco Silva mexeu na equipa na altura certa, trocou jogadores cansados e meteu Mané para tentar ganhar o jogo. Jesus, por outro lado, ficou a ver. Só isso. A ver. A equipa perdeu o controlo do jogo, esteve pertíssimo de sofrer um golo (também podia ter marcado, é verdade), mas o tempo passou e o treinador do Benfica não fez uma substituição. Quando a fez, aos 85 minutos, não foi seguramente para tentar mudar nada, foi só mesmo porque sim. Há duas coisas que tiro daqui: Jesus estava satisfeito com este empate, daí não ter feito nada para tentar ganhar o jogo, e Jesus quis deixar um recado em jeito de ultimato ao Presidente: Caro Vieira, não tenho avançados, e se não me derem um não me podem exigir mais do que isto, do que jogar para o empate com o Sporting, na Luz.

 

O Benfica não empatou por causa do Artur, o Benfica empatou porque não quis tentar ganhar, não jogou o suficiente para ganhar e não teve a atitude ganhadora de sempre. Gaitan, Salvio, Enzo, Lima, Talisca, Maxi estão todos fora de forma, e acredito que se ficarem todos no Benfica daqui a uns meses a equipa vai estar bem, na luta pelo primeiro lugar, e com todas as condições para ser campeã. Foi isso que aconteceu o ano passado - começámos mal, com uma equipa toda ela em baixo, e com o tempo fomos recuperando. A diferença é que no ano passado havia mais e melhores opções de banco. Este ano temos uma equipa para consumo interno, e se formos armados em chicos-espertos para a Champions arriscamo-nos a deixar fugir o FC Porto (ou o Sporting, ou os dois) na luta pelo campeonato.

 

Sobre o Sporting, várias notas:

1. Marco Silva é um ótimo treinador, coisa que eu já sabia, mas que muitos sportinguistas ainda têm dúvidas. Ele percebe de bola, sabe entender e ler o jogo, mexer as peças que tem e manter a equipa sempre num nível elevado.

2. Slimani é craque. Faz toda a diferença ter um avançado de classe. Ele luta, é chato, é rápido, é forte e marca golos. Tudo o que Montero não tem ou não sabe.

3. William transforma esta equipa. Sem ele, o Sporting é outra coisa. 

4. Quando Nani chegou disse que não iria ser o salvador da Patria, e que ele no Benfica dificilmente seria titular (eu não trocava Salvio nem Gaitan por Nani). Neste jogo, Nani foi só mais jogador do Sporting. Não fez nada de mais, e não me parece que ao longo da época vá ser muito diferente. Tenho uma aposta que quero ganhar: apostei em como não marcaria mais de cinco golos esta época, em jogos da Liga. Para já, zero.

 

Uma última nota para o Ruben Amorim. Prometi-lhe que iria estampar o número e o nome dele na minha camisola e que a levaria para o estádio. Cumpri. Só não lhe conseguimos dedicar a vitória. Com ele, tenho a certeza, teria sido mais fácil.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Andrea a 01.09.2014 às 00:01

Então e o Dolly??
O meu namorado vinha no carro a gozar com o Patrício, a dizer que de certeza que tinha sido mais um frango dele. Afinal depois teve de engolir a avestruz do Artur. Mas parece-me que o mesmo Artur também vos safou ali para o fim...
E Deus te ouça (ou Jesus, é-me indiferente), e que deixem mesmo o Porto fugir, para nunca mais o apanharem ;)
Bonita homenagem ao Amorim!
Sem imagem de perfil

De PPS a 01.09.2014 às 09:12

Mais ou menos de acordo com a crónica, mesmo sendo eu sportinguista. O resultado foi mais ou menos justo, o Benfica jogou melhor no inicio de ambas as partes, o Sporting jogou melhor no final de ambas as partes. Só discordo num ponto.

O Nani foi fundamental. Quando o Benfica apertou naquele inicio da segunda parte a certa altura houve alguém que segurou a bola, e permitiu à nossa equipa respirar, e esse alguém foi Nani. Não é preciso marcar vinte golos para ser um jogador importante, e o Sporting cresceu não só porque tem William mas também porque há Nani, alguém que dá critério na posse de bola na frente de ataque. Ah e já agora o golo que o Slimani falhou a acabar o jogo nasce de um passe soberbo do Nani.

SL
Imagem de perfil

De semprescp a 01.09.2014 às 14:46

PPS:
Para não falar da cuequinha ao Maxi ;)
Sem imagem de perfil

De homem sem blogue a 01.09.2014 às 12:19

Boas Ricardo!

Tenho uma visão diferente da tua em relação ao jogo de ontem. Até ao lance do Artur não existiu Sporting. O Sporting entra no jogo graças a esse lance pois não existiu até aí. E esteve por cima até ao intervalo. Depois, voltou a dominar o jogo dos 89 aos 90+3 minutos. De resto, foi o Benfica quem teve mais oportunidades de golo, o que não invalida que o Sporting não pudesse ter ganho o jogo com o lance do Slimani na segunda parte. Recuando ao Artur, é certo que tem culpa no lance mas, tendo em conta que as coisas nem sempre lhe saem bem, porque insistem em passar-lhe a bola. Mais vale colocar fora e resolver a situação.

Em relação ao Jesus, o Benfica esteve por cima do jogo durante a sua maior parte. É certo que o Sporting teve mais posse de bola mas trata-se de uma posse de bola que serviu apenas para impedir o Benfica de ter um domínio maior. Foi posso de bola de contenção e não de domínio. Olhando para o banco do Benfica, pouco ou nada podia ser feito. Gaitan e Salvio estiveram muito bem. Isso invalida a entrada de Ola John e Tiago. Lisandro e Julio Cesar não contam a não ser em caso de lesão. O Samaris dificilmente faria melhor do que o André Almeida com quatro treinos. Aliás, André Almeida tem talento mais do que suficiente para ser dono daquele lugar. Basta que seja uma aposta mas isso é outra conversa. Sobra Derley (jogador de quem gosto mas que ainda não está adaptado ao futebol do Benfica) e Pizzi. A minha única dúvida é se Pizzi poderia fazer melhor do que Talisca. Mas vem de uma lesão que lhe roubou a pré-época e que impediu que treinasse as rotinas da equipa na perfeição. Posto isto, e referindo-me apenas a este jogo, não acho que Jorge Jesus pudesse fazer melhor até porque a equipa respondia bem em campo. Faltando apenas o golo.

Não concordo quando dizes que Salvio está fora de forma. O que ele correu mostra o contrário e a forma como jogou provam o contrário. Quanto ao nosso banco, espero pelo final do mercado para perceber o que temos.

Quanto ao Sporting, tem um excelente treinador. Não fosse ele um grande benfiquista. Brincadeiras à parte, Marco tem muito talento mas tem um problema (que corre o risco de ser grave) de cinco milhões nas mãos. Nani ontem mostrou que a sua postura é a de estrela do campeonato. É um jogador que atingiu o momento alto há muitos anos e que não vai evoluir mais do que isso mas que pensa que é a estrela maior do nosso campeonato. Por exemplo, Carrillo jogou muito melhor e teve de sair quando quem deveria ter saído era Nani. Quanto a Slimani, é o melhor ponta-de-lança do nosso campeonato. É um matador, um jogador de área. E, outro dos pontos em que concordo contigo é em relação ao William. Se sair, enfraquece o clube.

De resto, os desportivos e os especialistas davam a entender que o Benfica estava destinado a descer de divisão este ano. Mas, para já, temos mais pontos do que o ano passado e já conquistámos um troféu. Espero pelo final do dia de hoje para fazer uma análise mais detalhada em relação ao nosso plantel. Mas é bom que as pessoas se recordem de que o ano passado começou muito pior do que este. E todos viram como acabou. É preciso acreditar e eu acredito.

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.09.2014 às 13:56

Eish, tanto disparate.

Sem querer ser ofensivo: quem vê 2 ou 3 jogos do Sporting por ano (contra o Benfica) podia escusar-se a comentar o que não conhece. Se não é o caso, então pede-se um bocadinho mais de atenção.

"Ele luta, é chato, é rápido, é forte e marca golos. Tudo o que Montero não tem ou não sabe". O Montero não tem, o André Martins também não tem, como o Rui Patrício também não tem. Sabe porquê? Porque está a comparar jogadores totalmente diferentes. O que o Montero dá à equipa é bem diferente do que dá o Slimani. Nuns casos será melhor, noutros será pior. O Slimani marca mais golos, não só porque é muito forte de cabeça (e o Sporting faz imensos cruzamentos por jogo, mesmo quando só está lá o Montero) e é oportuno, passando muito mais tempo dentro da área. O Montero vem atrás, constrói jogo, combina como poucos com os médios e com os alas e tem uma técnica (e classe, sim!) 100 vezes superior à do Slimani.

"Quando Nani chegou disse que não iria ser o salvador da Patria, e que ele no Benfica dificilmente seria titular (eu não trocava Salvio nem Gaitan por Nani). Neste jogo, Nani foi só mais jogador do Sporting. Não fez nada de mais, e não me parece que ao longo da época vá ser muito diferente. Tenho uma aposta que quero ganhar: apostei em como não marcaria mais de cinco golos esta época, em jogos da Liga. Para já, zero".

Como é que é possível avaliar um jogador, ainda pra mais um extremo, baseando-se no número de golos que ele marca? É só a forma mais básica de ver futebol. Marca golos = granda jogador. Não marca = fraquinho. O Nani é o primeiro extremo dos últimos anos no Sporting que pensa o jogo, que temporiza, espera apoios, segura a bola e torna muito difícil que alguém a roube, que não se põe em corridas estúpidas até à linha de fundo pra chegar e cruzar. Pode não marcar nenhum golo esta época e mudar o futebol do Sporting. Aliás, mesmo na grande época que fez no Manchester e em que ficou no 11 ideal da Premier League (distinção que duvido que um jogador como Salvio, forte no 1x1, mas que também só sabe correr desalmadamente, consiga algum dia atingir) não terá marcado muitos golos. Mas fez várias assistências e tornou o futebol do Manchester melhor.

E sabe que mais? Ontem não voltou pra casa a chorar a derrota porque o Slimani não é esse avançado tão cheio de classe e superior ao Montero que você diz ser. Porque a assistência perfeita do Nani (à Gaitán, com a bola a passar no sítio certo, entre o GR e os defesas) merecia golo.

Cumprimentos, e espero que um dia comece a pensar um bocadinho mais antes de escrever, dado que acabou por se tornar um formador de opinião (serve para aqui como serve para o post dos professores, uma das coisas mais ofensivas e desfasadas da realidade que li sobre o assunto).
Imagem de perfil

De O Arrumadinho a 02.09.2014 às 00:50

Meu caro, da mesma forma que diz que eu podia pensar um bocadinho mais antes de escrever - só porque não concorda com a minha opinião - eu poderia dizer o mesmo de si. O facto de termos uma forma diferente de ver as coisas não faz de nós senhores da verdade ou mais inteligentes ou astutos do que os outros. Tudo o que diz do Montero, do Nani ou do Salvio pode ser desmontado e ridicularizado com dezenas de exemplos. Mas pronto, é a sua opinião, e eu respeito-a. Não acho que por defender isso tenha de "pensar melhor antes de escrever". Não. Escreva, diga o que pensa, mas sem catalogar as outras opiniões de "disparates". A isso chama-se respeito pela liberdade de pensamento.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.09.2014 às 12:12

Caro Arrumadinho,

Lamento e peço desculpa se essa palavra acabou por ter mais força do que os próprios argumentos. No entanto, não o disse apenas por discordar da sua opinião, que é obviamente legítima, em relação ao Salvio ou a qualquer outro. O que quis dizer é que, mesmo em futebol, onde quase tudo é discutível, pode haver espaço para o certo e errado. Ou, pelo menos, que há coisas que são falaciosas. E eu acho que comparar jogadores tão diferentes é falacioso, como é falacioso avaliar o impacto de um jogador pelo número de golos marcados. É mais isso e não nenhum atentado quanto à liberdade de opinião, que aliás aprecio bastante.

Mas enfim, as minhas desculpas e votos de um bom trabalho!
Imagem de perfil

De semprescp a 01.09.2014 às 14:45

Concordo com quase todo o post e desde já os meus parabéns por mais uma lúcida e isenta (q.b.) opinião.
Sou sportinguista e não entendo muito bem o porquê de tanta raiva que o pessoal está a demonstrar relativa ao regresso do Nani, não só ao Sporting mas também ao futebol português.
O que diz no seu post também eu o disse: o Nani não vem para o Sporting para ser o salvador da pátria. É um excelente jogador, é um jogador da selecção que volta ao nosso campeonato e para nós é um filho da casa que regressa, daí a nossa felicidade com o seu regresso. APENAS ISSO. Que é uma mais valia para a equipa aí tenho de ser sincera...sim é. Esta é a minha opinião.

PS: Parabéns pela promessa 'paga'. É bom reconhecermos o valor dos "obreiros" dos nossos clubes em vez de idolatrarmos 'peseteiros'.
Sem imagem de perfil

De Nelito a 01.09.2014 às 14:52

O meu contraditório:
- Não acho que se Jesus fizesse uma substituição melhorasse a equipa e o rendimento. E se é para fazer uma substituição estilo Carrillo por Capel, mais vale estar quieto!
- Definir Slimani como craque é...um exagero gigantesco! Compara o que oferece o Lima à equipa com o que Slimani oferece, e compara com o número de oportunidades de cada equipa. Tirando o aproveitamento dos erros grosseiros dos outros, nomeadamente Artur, Slimani não deu nada à equipa. E não haverá erros grosseiros daqueles em todos os jogos. Mas, sendo benfiquista, ainda bem que se prefere Slimani a Montero.
Sem imagem de perfil

De The Rock a 03.09.2014 às 14:13

oi?? vimos o mesmo jogo?? acho que não..
Sem imagem de perfil

De Nelito a 05.09.2014 às 15:03

oi??? ué???? mékié??? ou outra forma de dizer "elabora lá mais um bocadinho o teu pensamento para se perceber com o que não concordas".
Sem imagem de perfil

De A Pipoca Arrumadinha a 01.09.2014 às 15:46

Coisas disso chamado futebol!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.09.2014 às 17:41

e no fim, ganha o Porto...
Sem imagem de perfil

De Ruben a 01.09.2014 às 19:42

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2014/09/classe.html
Sem imagem de perfil

De stantans a 01.09.2014 às 20:50

estou a começar a gostar do Artur como gostava do Roberto, esse grande guarda-redes que deixou saudades :)

Comentar post


Pág. 1/2




A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs