Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Não estou minimamente preocupado, desiludido, irritado, triste com a saída de Jorge Jesus do Benfica, nem com a ida de Jorge Jesus para o Sporting. Ninguém me vai ouvir chamar-lhe nomes, desejar-lhe a morte ou a assobiá-lo quando entrar na Luz. Jesus seguiu o caminho que achou que devia seguir, o Benfica vai seguir o caminho que tem vindo a seguir nos últimos anos, e vai voltar a vencer com outro treinador, disso não tenho dúvidas.

JASUS.jpeg

 

 

Sinceramente, acho que Jesus tem tudo para se dar mal no Sporting. Tudo mesmo. Em primeiro lugar, tem um feitio complicado e é demasiado vaidoso e egocêntrico. Um treinador com este perfil vai começar a chocar com Bruno de Carvalho desde o primeiro dia, e viu-se o que aconteceu com Marco Silva, que, de forma educada, pôs o presidente no lugar dele e acabou posto na rua depois de um trabalho de enorme qualidade e mérito que conseguiu nesta temporada. Bruno de Carvalho provou que não basta um treinador ter valor para treinar o Sporting. É preciso que baixe as orelhas quando o Presidente fala, que não tente colher méritos das vitórias porque esses são exclusivos de Bruno de Carvalho. Logo aqui, tenho a certeza que as coisas vão começar a dar para o torto.

 

Depois, temos o princípio orientador dos clubes. O Benfica de Vieira tem sido um clube que investe, que contrata, que vai buscar craques feitos (Saviola, Aimar, Júlio César, Ramires, Garay, Witsel, Sálvio, Jonas, Lima), é um clube que tem tido estofo financeiro para investimentos grandes, conseguindo depois vender jogadores por muitos milhões.

 

O Sporting é, historicamente, o oposto disto. Vai buscar a sua base à formação, investe nos seus próprios jogadores criados no clube, dá-lhes tempo para crescer e oportunidades na equipa principal, pagando muitas vezes o preço de competir contra rivais com equipas mais experientes e mais ricas.

 

Jorge Jesus tem provado em todos os clubes por onde tem passado que a formação, as equipas B, os juniores são coisas que lhe dizem pouco. Ele até pode estar atento aos jogadores mais jovens, até os pode observar e analisar, mas nunca lhes deu grandes oportunidades, nunca lhes deu tempo para crescer, nunca os pôs a jogar com a regularidade necessária para que eles se tornassem craques, coisa que o Sporting faz e tem de fazer porque não tem dinheiro para ir contratar fora. Muita gente gosta de lembrar o exemplo de André Gomes como sendo um jogador feito pelo Jesus e a prova de que, afinal, ele investe na formação. Não é verdade. André Gomes é um talento daqueles que aparecem muito de vez em quando, e a verdade é que não jogou assim tantas vezes como isso no Benfica. Jogava em competições menores — Taça da Liga, Taça de Portugal — e era suplente utilizado em alguns jogos do campeonato quando o Enzo precisava de descansar. Foi titular poucas vezes. 

 

Depois temos muitos e muitos exemplos de jogadores com um potencial incrível para quem Jesus nunca olhou com verdadeiro interesse: João Cancelo, Bernardo Silva, Ivan Cavaleiro, João Teixeira, Gonçalo Guedes, Davidovich, Nuno Santos, Rebocho. Todos juntos, estes jogadores devem totalizar uns seis ou sete jogos pela equipa principal do Benfica. Se tanto. No Sporting, não tenho dúvidas de que muitos já seriam titulares indiscutíveis da equipa.

 

Agora como é que vai ser no Sporting? Jesus sabe que não há dinheiro para grandes contratações, sabe que tem um plantel decente mas com algumas limitações e não vai ter grandes opções. Vai contrariar os seus princípios e passar a ser um treinador que nunca foi, atento à formação? Então e se vai mudar de filosofia vai continuar a ganhar? Não me parece.

 

Já o disse muitas vezes, já o escrevi aqui: Jesus é dos melhores treinadores de sempre que já passaram pelo Benfica. Mas é-o numa das conjunturas mais favoráveis de sempre do clube, com um grande potencial financeiro, com equipas cheias de craques, plantéis fortíssimos. Mas, mesmo assim, Jesus conseguiu perder dois campeonatos seguidos para um FC Porto treinado pelo Vítor Pereira. O FC Porto, numa conjuntura que até nem era das mais favoráveis, foi tri-campeão num campeonato onde um super-Benfica tinha o Jorge Jesus. Ou seja, Jesus não é sinónimo de títulos e vitórias.

 

Não tenho dúvidas de que Jesus é um ótimo treinador e vai pôr o Sporting a jogar bem à bola. Mas isso também Marco Silva conseguiu. O que os sportinguistas querem é o título nacional e isso acho que é mais difícil conseguirem com Jesus do que o era com Marco Silva.

 

Agora vem o outro lado, o do Benfica e o de Rui Vitória, que ao que parece vai ser o novo treinador da equipa.

 

Não tenho uma opinião vincada sobre ele. Ainda não vi o suficiente para tirar conclusões. Acho que treinar o Paços de Ferreira ou o Guimarães é muito diferente de treinar o Benfica. Só depois de lá estar, de começarem os jogos a doer, lá para dezembro, janeiro poderei dizer qualquer coisa mais a sério sobre ele.

 

Agora, de uma coisa tenho a certeza: volto a poder pensar no Benfica como uma equipa em que os jogadores portugueses terão oportunidades, em que os jogadores da formação serão olhados como valores do clube que merecem ter tempo para crescer na equipa principal. Tenho a certeza que, agora, o Eliseu não vai jogar só porque sim, que não haverá teimosias como as de manter Roberto na baliza só porque sim ou Emerson à esquerda só porque sim. Com Rui Vitória, pelo menos, sei que Nélson Oliveira vai voltar a poder jogar, que Gonçalo Guedes vai aparecer mais vezes na equipa, que Ivan Cavaleiro vai ficar no plantel, que os muitos miúdos de grande valor da equipa B vão poder acreditar que os séniores só estão à distância do talento que têm.

 

Sou um benfiquista crente e otimista. Continuarei a ser. Os treinadores vão e vêm, o clube segue o seu caminho, um caminho de vitórias. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:59


57 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.06.2015 às 10:59

Assino por baixo (e sou sportinguista!)
Sem imagem de perfil

De Helder Marques a 05.06.2015 às 01:35

Como Sportinguista que sou, espero que se engane, mas compreendo e concordo com muitos pontos na sua análise.
Não achei o Marco Silva nada de especial, sinceramente, e já o dizia há bastante tempo.
Sobre o Jesus, não gostando da pessoa, dou-lhe valor como treinador. Mas, como diz e bem, o contexto é totalmente diferente.

Uma coisa lhe garanto: preferia o Leonardo Jardim ao JJ e ao MS, seguramente!
Imagem de perfil

De -B a 04.06.2015 às 11:17

Finalmente uma critica construtiva. O homem segue a sua vida, abraçou um novo desafio (bem grande por sinal) e o benfica segue também a sua vidinha. Ninguém morre
Imagem de perfil

De m-M a 04.06.2015 às 11:23

Resumidamente, escrevi o mesmo esta manhã...
Sem imagem de perfil

De dreams a 04.06.2015 às 11:40

Concordo plenamente, para mim já vai tarde :)))
Sem imagem de perfil

De MS a 04.06.2015 às 11:42

É isso mesmo! Gostei do que li! Alguém verdadeiramente atento ao futebol e com conhecimento sobre o mesmo (ao contrário de mim), que saiba analisar a situação sustentando-a com factos. Bom post Ricardo!
:)
Sem imagem de perfil

De homem sem blogue a 04.06.2015 às 12:02

Concordo com a tua análise que praticamente bate certo com o modo de pensar que partilhei no blogue.

Acrescento que tenho a ideia de que o Sporting (não Bruno de Carvalho mas o clube) vai pagar um preço muito alto por simplesmente não olhar a meios para ter o treinador que acredita ser sinónimo de sucesso imediato (algo que poderá não acontecer).

Acrescento também que Rui Vitória (também gostava de Marco Silva) é um homem que sabe o que é o Benfica. Foi treinador das camadas jovens (juniores), o que lhe permite saber o funcionamento do clube. Daí seguiu para o Fátima, que era a nossa equipa B da altura e onde eram colocados os jovens jogadores. E daí foi sempre a subir.

Para quem quer saber mais sobre ele, atentem aos últimos anos do Guimarães e recomendo uma entrevista recente ao jornal A Bola onde foi abordado aquilo que mudou no Guimarães.

Abraço
homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.06.2015 às 12:20

Porque é que eu acho que Jesus se vai dar mal no Sporting


Porque não há colinho!
E olha, o sporting não tem dinheiro para comprar jogadores, mas parece que os investidores angolanos têm, e são eles que estão por detrás desta troca.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.06.2015 às 00:07

Claro. Colinho.
ahahahah
A azia ainda é abundante, pelos vistos.
Sem imagem de perfil

De Teresa a 04.06.2015 às 12:30

Vinha aqui mandar vir por já estares a dizer mal do meu Sporting. Acabo a subscrever cada ponto. Maldito sejas!
Imagem de perfil

De Filipe Gil a 04.06.2015 às 12:30

Excelente observação. É também o que penso.
Sem imagem de perfil

De Rui Rodrigues a 04.06.2015 às 12:35

Excelente crónica.

Grande abraço.

Saudações Portistas.

Comentar post


Pág. 1/6




A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs