Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


02
Fev14

Resistir, resistir

por O Arrumadinho

Este foi o primeiro fim-de-semana de verdadeiro teste à minha dieta, que já leva sete dias completos, sem qualquer dia da asneira.

No sábado, como alguns puderam perceber pelas fotos que pus no meu Instagram, estive a tarde toda num babyshower, rodeado de todas as tentações possíveis: cupcakes, cakepops, folhadinhos, empadinhas, mini-quiches, mousses de lima, gelatinas com natas, enfim, era só olhar em qualquer direcção e ver coisas com um aspecto verdadeiramente divinal a chamarem por mim. Felizmente, havia também uma pequena secção com "cestinhos de frutas" e foi a isso que me agarrei. Acho que comi quatro cestinhos, mas também eram muito pequenos. De resto, apenas um pouco de limonada e três empadinhas de espinafres e queijo fresco, mas também elas muito pequenas. Saí de lá com sensação de vitória.

 

Hoje, foi mais complicado. A festa de aniversário da minha irmã tinha crepes com Nutella, crepes com leite condensado, torresmos, profitelores com chocolate e chantili, scones, manteiga de alho e ervas, pãozinho quente, enchidos, enfim, tudo o que eu adoro, e que normalmente devoraria durante toda a tarde. Mas não. Optei por me encher de copos de água - bebi uns sete. A meio da tarde, comi um iogurte magro e pronto, fiquei por aí. Passei com distinção. 

 

Agora, durante a semana, é tudo muito mais fácil, já que existem menos solicitações sociais. Ainda assim, já tenho dois ou três almoços marcados que têm tudo para correr mal. Mas eu prometo resistir, aguentar.

 

Uma das coisas que mais me chateiam quando estou de dieta é a reacção enjoada de quem me rodeia, seja no trabalho seja em casa. Há gente que não suporta ouvir de alguém que está de dieta. Hoje em dia, dizer que se está de dieta é quase uma vergonha, um insulto, como se estar de dieta fosse uma coisa má. O que mais ouço são coisas como "queres perder peso onde, só se for nas orelhas", ou "mas dieta para quê se estás magro que nem um cão" - esta é típica da minha mãe. Mas a verdade é que cada um sabe de si, e se eu sinto que preciso de perder uns quilos, então, que mal é que isso me pode trazer à vida? Depois, também é comum ser insultado porque, estando de dieta, não posso ir comer a determinados sítios. Normalmente sou "o chato", e passo a vida a ouvir "que seca, pá", ou seja, a solidariedade de quem me rodeia é praticamente zero, o que também não é propriamente moralizador para quem passa por privações, ainda para mais quando esse alguém adora comer, como eu.

 

Costumo fazer uma a duas dietas sérias por ano. Quando digo sérias quero dizer rígidas, muito disciplinadas, em que corto efectivamente com uma série de alimentos durante esse período. E a verdade é que consigo os resultados que quero, e quase sempre em cerca de um mês. Depois, mesmo não passando logo para os disparates diários vou-me permitindo alguns prazeres. Tenho a vantagem de também não ser um louco irresponsável a comer. Tenho noção do que me faz bem e mal e não abuso de uma série de coisas - sobretudo fritos. Ou seja, tento manter algum equilíbrio. Desta vez, e pela primeira vez em muitos anos, não estou a acompanhar a dieta com exercício físico, o que muda por completo as coisas. Como sempre corri muito, quando estava de dieta não podia, por exemplo, eliminar os hidratos, que são a fonte de energia de quem corre. Mas tinha de os introduzir de forma criteriosa na dieta. Também quando fazia musculação também tinha de ter uma alimentação diferente. Agora, que estou parado há dois meses, sinto muito menos necessidade de comer, e de comer algum tipo de alimentos. Ao fim de quatro dias de dieta, deixei de ter fome às refeições, mesmo comendo metade do que normalmente comia. Ainda assim, e porque estou numa zona nova e desconfortável para mim, vou procurar aconselhamento de um nutricionista, para não fazer disparates.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:07


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Pronta e Vestida a 02.02.2014 às 22:57

Já deu para perceber que quando queres és bem regrado e controlado quando metes uma coisa na cabeça, por isso vai ser fácil.

E quando der fome... come um tomate ;))

www.prontaevestida.com
Sem imagem de perfil

De Monteiro a 02.02.2014 às 23:21

Cada um faz o que quer e o que gosta. Prejudicas os outros? Não. É uma decisão tua e apenas tua. Força com isso e que obtenhas os resultados que queres. :-) Um abraço.
Sem imagem de perfil

De Carla a 02.02.2014 às 23:31

Tem toda a razão...as pessoas que rodeiam quem faz dieta não costumam ajudar. De qualquer forma acho que, da parte de quem faz dieta também tem de haver bom senso. Detesto aquele tipo de pessoas que só porque tá de dieta faz cara de enjoo a tudo o que se lhe apresente e exigem mudanças em tudo. A meu ver, sabendo das suas restrições, a pessoa em dieta deve escolher o melhor dentro do que existe e não passar o tempo a criticar tudo e todos. Se for para fazer fitas, que fique em casa a encher-se de maçãs. Também estou de dieta e também tive um fim de semana muuuuito difícil. Mas havemos de ser fortes!!! Boa Sorte!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.02.2014 às 02:00

Se continuares assim ficas anorético... Calma com isso Arrumadinho! Não precisas de ser uma top model :-) Come e sê feliz, vá com moderação.
Sem imagem de perfil

De Eduardo a 03.02.2014 às 09:46

Há uma linha que separa a dieta da boa educação. Ir a uma festa em que se é convidado e não provar nada é falta de educação. Tudo pode ser feito com equilíbrio e moderação,. Talvez por isso as pessoas o "chateiam" porque quando não prova nada, porque isso é deselegante... as outras pessoas não têm nada a ver com a sua circunstancia pessoal e transitória de estar de dieta. Pode se estar de dieta e ainda assim ser educado e discreto o suficiente para provar algo que alguém teve o trabalho de nos preparar sem essa proclamação , de facto chata, do "ai não provar absolutamente nada do que aqui está posso estou de dieta" ... Prova-se um pouco e deixa-se o resto.. ninguém quer saber nem vai reparar... agora recusar de forma radical é um bocado à talibã da comida... enfim, sensibilidades... imagine-se que de repente toda a gente, por coincidência, que ia a uma determinada festa proclamava que "estava de dieta" ,... minguem provava nada que o anfitrião preparou? Muito elegante....
Sem imagem de perfil

De Tété a 03.02.2014 às 23:09

Confesso que nunca tinha bem pensado nesta questão, mas é verdade que achava desconfortável ir a casa de alguém e não provar pelo menos qualquer coisa. Mas é de facto uma questão de não achar educado. Não gostaria nada de convidar um grupo de cinco pessoas a lanchar em minha casa, e ninguém comesse nada por estar de dieta. Apoio quem está de dieta e como tal nunca esperaria que comessem que nem alarves, mas uma bolachinha, um biscoito ou um pouco de pão...Sim, levaria a mal e acharia mal educado haver alguém que não comesse. Mas enfim, devem ser sensibilidades diferentes. E se o Arrumadinho não está preocupado em que os amigos e conhecidos o achem deselegante é com ele.
Sem imagem de perfil

De homem sem blogue a 03.02.2014 às 11:06

Se resististe a tudo isso, estás pronto para o que falta.

De resto, existe sempre quem lide mal com as opções do outros. Quer seja por desconhecimento de causa ou porque às vezes fazem aquilo que queremos fazer mas não fazemos.

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt
Imagem de perfil

De ARMANDO CORREIA a 03.02.2014 às 11:09

Meu caro amigo esse fim-de-semana parece-me quase uma tortura daquelas muito difíceis de aguentar.
Acabo por o entender muito bem, já que estou a deixar de fumar e por vezes fico rodeado de amigos que os comem... é preciso muita resistência lá isso é.
Boa Sorte.
Sem imagem de perfil

De Ana a 03.02.2014 às 15:18

Normalmente as pessoas que estão de dieta são umas chatas...só falam da dieta e de quanto pesa querem perder e porquê e bla bla (que não interessa a ninguém). E adoram falar disso principalmente à refeição !!!..
Façam as vossas dietas mais não chateiem os outros.

Sou magra mas há uns meses quis perder uns 2 quilos e andava a comer menos quantidadae e melhor e não chateava ninguém, não me punha com a conversa que tava de dieta e blablabla. E também ninguém me chateava. Se alguém comentava, dizia apenas que tava a ter mais cuidado com a alimentação e ponto final.

Na sexta tive um jantar em que duas miudas tavam sempre a comentar que tavam de dieta. Depois admiram-se que as pessoas comentem que vocês não precisam de dieta. pq não ficam mais é calados ???
Sem imagem de perfil

De A Pipoca Arrumadinha a 03.02.2014 às 17:28

Faz bem hoje tenho mais uma entrevista no meu blog passem lá!
Sem imagem de perfil

De Mariana a 04.02.2014 às 19:31

Estes comentários são insuportáveis! E estão em todos os blogs! Ja nao basta o nome do blog ser um plágio como anda sempre a pedinchar para lá passarem. Nunca passei e quanto mais vejo estas coisas mais certeza tenho que nunca irei passar. Dar visualizações a pedinchões está fora de questão. E pelo menos podia fingir um comentário ao post antes do "passem lá no blog!". Bom, é só para dizer que nao passo!
Sem imagem de perfil

De A Pipoca Arrumadinha a 05.02.2014 às 17:18

Cara Mariana o blog tem conteúdo original e que eu saiba cada um coloca o nome que lhe apetece desde que ainda não exista que foi o caso, mas sabia isso se lá fosse em vez de comentar em blog alheio, com todo o grande respeito que este merece da minha parte, quanto ao resto das suas palavras ainda bem que vivemos numa democracia em que cada um é livre de visitar os blogs que bem lhe apetecer e ainda bem!

Comentar post




A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs