Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


11
Jun14

Sobre os posts comerciais

por O Arrumadinho

Há muito que se discute na blogosfera a questão dos posts comerciais. Muitos leitores são contra a sua existência, outros defendem que podem existir mas devem estar identificados como tal e há também os que não se incomodam nada com isso, já que os bloggers é que decidem o que publicam nos seus espaços, e um post, ainda que comercial, pode ser interessante, desde que seja bem escrito. A exposição grande de alguns blogues leva, naturalmente, a que as marcas os procurem para promoverem os seus produtos. É a lei da publicidade e do marketing. As marcas querem estar onde sabem que as pessoas estão.

 

Hoje em dia, cada vez mais as pessoas abandonam o papel e viram-se para os sites, as aplicações no mobile e os blogues, e é aí que as marcas querem estar. Até aqui, tenho seguido uma regra para o meu blogue: falo das marcas que entendo unicamente porque gosto dos produtos e acho interessante partilhá-los com os meus leitores. Já recebi muitas ofertas de que não falei aqui porque entendi que não deveria falar, ou porque não tinha nada a dizer sobre elas, ou porque não achei os produtos assim tão interessantes, ou simplesmente porque achei que eram coisas que pouco ou nada tinham a ver com os assuntos que normalmente abordo aqui. Segui exatamente a mesma regra na revista que editei durante três anos, a Tentações, publicada semanalmente com a SÁBADO.

 

 

Na conjuntura atual, é cada vez mais importante para um blogger poder criar o seu próprio emprego usando o espaço que detém e que é procurado por muita gente. Só que é impossível viver de um blogue se ele não trouxer rendimentos, e só há duas formas de rentabilizar um blogue: através da publicidade de banners e de posts comerciais. Há alguns anos que este blogue tem publicidade através de banners laterais, que nada têm a ver com os conteúdos editoriais. Como em qualquer revista ou jornal, existe um departamento comercial que trata dessa parte e insere os anúncios diretamente no blogue, sem que eu tenha qualquer interferência nisso. De resto, e até por obrigações profissionais, tenho rejeitado todas as ofertas que me têm sido feitas para escrever posts comerciais. Ou seja, tenho rejeitado muito dinheiro para poder manter o blogue livre de posts comerciais. Isto obriga-me, claro, a procurar outras fontes de rendimento, e a trabalhar para terceiros, quer como jornalista, quer como guionista.

 

Entendi, no entanto, que a partir do próximo dia 19 de Julho as regras vão mudar, e quando as regras mudam sinto-me no dever de informar os meus leitores sobre quais são as coisas que vão mudar. Como gosto de manter a minha total independência para falar do que bem entendo, resolvi passar a aceitar a publicação de posts comerciais no blogue, sendo que os mesmos serão feitos por um colaborador externo, e terão sempre a indicação de que são posts comerciais. Ou seja, qualquer pessoas que os irá ler saberá que são posts pagos ou encomendados por marcas. Ainda assim, procurarei sempre aceitar apenas posts sobre artigos que me pareçam interessantes e de alguma forma ligados aos temas que abordo no blogue. Não irão ler artigos sobre detergentes ou pensos higiénicos, mas podem ler textos sobre gadgets, viagens, carros, filmes, moda, exercício, sempre numa perspetiva que me pareça interessante para quem lê o blogue. O facto de um post ser comercial não quer dizer, obrigatoriamente, que seja desinteressante. Há imensos produtos novos a chegar ao mercado todos os dias e muita gente estará, seguramente, interessada em conhecê-los. Aqui, poderá conhecer apenas os que, na minha opinião, merecerem ser divulgados com a certeza de que toda a gente saberá se o post é ou não comercial.

 

Isto dar-me-á liberdade para poder continuar a escrever à vontade sobre as coisas de que gosto, de forma a que toda a gente perceba que não existe um interesse comercial por trás. Ou seja, se eu, O Arrumadinho, assinar um texto em que falo sobre os novos ténis de corrida da Adidas, sobre um restaurante onde fui, sobre um livro que estou a ler, será porque gosto efetivamente dessas coisas, e não porque estou a ser pago para falar delas. Pelo contrário, quando esses temas tiverem a indicação de que são posts comerciais os leitores saberão que são escritos por um colaborador externo e que foram pagos pelas marcas referidas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:12


46 comentários

Sem imagem de perfil

De Rita a 11.06.2014 às 10:42

Sendo tu jornalista, podes fazer isso? Não foi a tua mulher que teve problemas com isso?

A questão dos posts comerciais é a seguinte: Sigo o blog da tua mulher desde 2004 e sempre me identifiquei imenso com o ela escrevia. Fosse pelos namoros, pelas viagens, pelas dificuldades financeiras de que ela falava etc... A partir do momento que ela começou a conhecer pessoas "do social" e que o blog começou a render o blog ficou meramente comercial e futil. Há muito tempo que os textos que ela escreve (quando escreve), interessam a pardais porque hoje em dia só quer vender. Aparecem N marcas, N fotos N futilidades e textos de jeito - nada. Claro que vou lá na mesma e gosto de deitar o olhinho mas já nao aprendo nada, o que é pena. De repente, o blog pareceu de uma pessoa acabadinha de sair da casa dos segredos. Aproveitou o BOOM pa se associar a marcas vender e vender e vender, ser "a melhor amiga" do socialite todo e mostrar o lado mais futil que existe. Uma pena, portanto.

Não fiques igual, por favor.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2014 às 18:28

Concordo com tudo, infelizmente!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2014 às 18:39

Sinto Saudades quando a Ana publicava fotografias dos looks com roupa acessível a quem lê o blog (zara primark) que tinha-mos a certeza que essas roupas eram dela pelo entusiasmo e o cuidado nas conjugações de peças. Agora? Agora, sei lá se não são as marcas que lhe emprestam as roupas para tirar a foto e por no blog... Saudades quando a Ana podia "falar" sem tem problema em ser falada e criticada. Agora? Agora, são umas boquitas aqui e ali a quem de facto não tem poder no social. Sinto de facto que o blog é mesmo a profissão da Ana e que os posts em vez de serem espontâneos e quando apetece e não de uma forma diária quase mecânica enfim perdeu-se a magia... saudades de blogs sem publicidade, a verdade é que ninguém vive do ar, é um facto!
Sem imagem de perfil

De Adriana a 11.06.2014 às 22:06

Infelizmente, concordo a 100%. Acho que o blog da Pipoca perdeu imensa qualidade...
Sem imagem de perfil

De sandra jorge a 12.06.2014 às 07:29

Tal e qual...
Sem imagem de perfil

De Filipa a 12.06.2014 às 01:08

Totalmente de acordo e é uma pena.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2014 às 01:12

Assino por baixo! Aliás, já comentei lá várias vezes que os textos que mais gosto são os que ela escreve sobre coisas não-comerciais, onde dá a sua opinião naquele jeito engraçado dela.

Acredito que o blogue dela tenha cada vez mais visitas, mas não são de leitores como eu. Eu interesso-me por textos genuínos e desses...aparecem por lá uma vez por mês. Apareciam com alguma frequência sobre o Benfica na época passada e já se sabe porquê, o Benfica não tem necessidade de pagar a ninguém para ser publicitado.

Nos moldes em que O Arrumadinho põe esta questão, eu até nem discordo de todo, apesar de achar que o blogue vai perder interesse. O problema n'A Pipoca Mais Doce é que os leitores se sentem meio que enganados e com razão. Sempre que leio um texto sobre algum produto sinto-me a levar um baile, porque a opinião não é genuína. Ou seja, se não fossem coisas oferecidas a Ana nunca as iria recomendar, a maioria. E acabamos por servir "só" para lhe dar dinheiro a ganhar com os acessos ao blogue, porque informação útil em troca tá de gesso...

Acredito que assim se ganhe mais dinheiro mas também acredito que talvez tenha tingido o topo e que a seguir se segue a fase de declínio, uma vez que leitores como eu vão perdendo o interesse. Digo eu, com os nervos. Mas é uma pena porque a Ana tem textos de 2004 e 2005 que são de ir às lágrimas de rir, uma pessoa tinha interesse em "seguir" a vida dela.

De qualquer das formas, força aí na maionese, Arrumadinho. Que corra bem, mas não nos dês baile!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2014 às 09:09

Pois comigo foi o oposto. Até deixei de ler o blogue da Pipoca a dada altura por achá-lo demasiado negativo e voltei recentemente com a reinvenção. Prefiro mil vezes o blogue dela assim e para quem diz que ela agora não escreve nada de jeito visitem outros blogues de destaque, tipo o The Blonde Salad ou até o Daily Christina que têm umas frases-tipo para não dizer que só têm fotos.
Sem imagem de perfil

De Alexandra a 12.06.2014 às 09:21

Realmente não se pode dizer que o que escreve não é verdade. A sensação que tenho é que o blog da Pipoca, que também sigo há imenso tempo, está assim mais vocacionado para a classe média-alta! Quer dizer, na conjuntura atual quantas seguidoras do blog da Pipoca podem comprar aqueles relógios e aqueles sapatos e aquelas malas que ela posta nos posts dos outfits? Eu sei que eu não posso - até poderia, mas depois passava fome durante um mês! - e amigas minhas que também seguem o blog partilham da minha opinião!
Obviamente é importante que, conforme evolui, o blog tenha um ar mais profissional e apresente fotos mais profissionais. E obviamente isso tem um custo acrescido, nomeadamente no que concerne às fotos profissionais, e esse custo tem que ser equacionado por quem faz de um blog a sua fonte de rendimento.
Mas nesse caso acho que seria interessante admitir que o blog procura um certo tipo de publico alvo, como o da pipoca parece procurar com tanto post sobre roupa de marca, cremes de marcas caríssimas, etc. etc. , e fazer um disclaimer do género "se ganhas mal procura outro blog que este já não é para ti!"
Sem imagem de perfil

De Maria a 12.06.2014 às 09:42

Concordo, ir ao blog da Pipoca ou ver os spots na Tv só tem uma diferença: na tv estão identificados :) e na Tv eu gravo as séries e passo à frente, na Pipoca tenho de ler um pouco para perceber o que vai sair dali.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.06.2014 às 14:50

Completamente verdade!
Sem imagem de perfil

De Ana a 12.06.2014 às 15:13

Subscrevo.Não altero nem uma vírgula! Apenas acrescento a constatação que até o Pipoca Mais Dois é - infelizmente, tendo em conta que se fala (ou falaria) da vertente de maternidade- puramente comercial. Praticamente só há posts novos para falar de alguma marca e não da partilha de experiências da maternidade com um tom mais pessoal.
Imagem de perfil

De Bélinha de Cima a 12.06.2014 às 16:37

Concordo em absoluto. Há 1 ou 2 anos atrás o blog era muito mais interessante. Agora faz demasiadas referencias diretas às marcas e é demasiado "politicamente correto". Continuo a visitar diariamente, mas não é a mesma coisa. O mesmo se passa com o pipoca mais dois...
Sem imagem de perfil

De Mafalda a 12.06.2014 às 17:01

Concordo a 100% . A Ana que nós conhecemos simplesmente desapareceu. Eu percebo que também seja dificil para ela. Agora que entrou no mundo VIP português, já não tem a liberdade que tinha para dizer o que bem lhe apetecia! Se ela tivesse começado o blog da maneira como está agora, eu garanto, nunca o blog A Pipoca mais Doce tinha crescido tanto. Continuo a ir lá mas por razões diferentes. É quase quando nos chateamos a sério com um amigo que nos magoou mas gostamos de ir 'cuscar' o facebook dela. Demasiado comercial, pouco humilde, enfim... perdeu a essência que o fez crescer.


Sem imagem de perfil

De Sara a 12.06.2014 às 17:09

"É quase quando nos chateamos a sério com um amigo que nos magoou mas gostamos de ir 'cuscar' o facebook dela."

Ahah é mesmo isso! Sempre que lá vou, estou na esperança de voltar a ver fotos mais naturais, menos logotipos de marcas... sempre que vejo "este fds vou viajar a...", alegro-me por ser uma viagem, mas logo a seguir apercebo-me que foi por ocasião do evento de uma marca qualquer e que vamos ter de levar com aquelas descrições todas "feitas" e as fotos de posers e mudo logo para outra página qualquer. Acho que a Ana ainda é das que mascara mais a publicidade, tenta dar o seu toque humorístico ao que escreve, mas não é a mesma coisa. Uma pena. Temo que isto dos blogs e da publicidade dê o boom em breve, já que se torna tão repetitivo levar sempre com os mesmos posts que as pessoas se vão começar a fartar.
Sem imagem de perfil

De catarina a 13.06.2014 às 17:15

Entao agora a pipoca nao pode usar pecas de valores mais elevedos de marcas que financeiramente ele pode e nao?
Ela da exemplos aos quais podemos tirar ideias e usar pecas mais acessiveis.
Sem imagem de perfil

De filipa santos a 11.06.2014 às 10:49

Olá Ricardo! Olha, tu que és um entendido em ténis, quais os que aconselhas para passar o dia em pé a fazer atividades com crianças? Vou participar numas férias jovens desportivas como monitora e preciso mesmo de uns ténis novos =)
Beijinho e obrigado
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2014 às 10:51

Muito bem!
Sem imagem de perfil

De Sandra Teixeira a 11.06.2014 às 12:11

Os posts comerciais são, no fundo, como qualquer outra publicação que faz. Se o tema interessa lemos, se não passamos à frente! Vai dar ao mesmo e sinceramente não vejo mal nenhum!

http://ocadernodeardnas.blogspot.pt/
Sem imagem de perfil

De Ana a 11.06.2014 às 13:26

Excelente atitude! Honesto e correcto. Parabéns.
Sem imagem de perfil

De Maria João a 11.06.2014 às 14:35

Estás a ser um homem íntegro. Parabéns!
Sem imagem de perfil

De Sara a 11.06.2014 às 14:48

O único problema dos blogs que começam a ter posts comerciais, é quando começam (como no caso da pipoca) a ver só euros à frente e o blog fica sem um unico texto de jeito e fica apenas um blog só de marcas, sapatos e os "tau taus" que gostaria de receber do Bruno Alves. É o único "contra" aos posts comerciais. Fica um blog fútil onde nada se aprende. E nós, leitores, sentimos isso. Quando vocês só querem vender e vender-se e não colocam nada de jeito. Hoje em dia vou ao blog da sua mulher, como vou ver a parte "vidas" do correio da manhã. lol
Sem imagem de perfil

De Pipoca Arrumadinha a 11.06.2014 às 15:03

Acho que os post ditos comerciais são uma realidade hoje em muitos blogs, se forem bem escritos e acerca de um produto que possamos utilizar, ou até ter algum tipo de simpatia ou gosto, acho que é perfeitamente normal!
Sem imagem de perfil

De homem sem blogue a 11.06.2014 às 15:06

Isto dava pano para mangas e já discutimos isto noutro texto teu.

De forma resumida, acho que aquilo que incomoda as pessoas é que os jornalistas façam publicidade. Se bem que se tratam de blogues pessoais onde existe um rosto e uma profissão. Se assim não for ninguém se incomoda. Mas a verdade é que os jornalistas passam a vida a fazer publicidade nas suas publicações. Se um escritor aceitar dar uma entrevista porque vai lançar um livro e quer que x perguntas sejam sobre o livro e que o livro apareça nas imagens, isso não é publicidade ao escritor e ao livro? O mesmo se aplica a um actor, um texto sobre um destino onde se aconselha um hotel ou sobre um restaurante. Quase tudo é publicidade.

E toda a gente faz publicidade. Qualquer pessoa que divulgue fotos da roupa nova da loja x ou do restaurante y no seu facebook ou instagram está a fazer publicidade. Toda a gente faz.

Acredito que as pessoas/consumidores estão cada vez mais inteligentes e sabem separar uma publicidade descarada de alguém que emite uma opinião, independentemente de ser pago, sobre algo que conhece. Para mim, a grande diferença está aí. Na capacidade das pessoas porque sempre haverá quem receba dinheiro para isto ou aquilo. Quer seja num blogue ou noutro formato qualquer. Cabe a cada um de nós ter a capacidade de perceber a informação e saber escolher aquilo que vê/lê/gosta.

Tal como tu, nunca recebi dinheiro para escrever um texto no blogue. Mas não censuro quem o faz. Quando sou convidado para algo, deixo isso claro no texto. Quando não faço menção nenhuma é porque se trata de algo de que gosto e que achei por bem partilhar, como é o caso da Mariana Abecasis. Pago as consultas, ela nem sabe que tenho um blogue, e farto-me de falar dela porque acho que merece isso mesmo.

Ficava o dia todo a falar sobre isto.

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

Sem imagem de perfil

De Marta Santos a 12.06.2014 às 00:20

Concordo 100% com o que foi dito!
Sem imagem de perfil

De Rute a 15.06.2014 às 19:25

Como jornalista sabes que estás a fazer um uso abusivo da palavra publicidade. Para ser publicidade tem de ter o intuito de divulgar o produto/serviço, num derteminado local (por ex. blogue), e ser pago pela marca/empresa. Publicar que se gosta muito de Coca-Cola e dizer que é publicidade... É usar a palavra num sentido muito lato, não achas? Também eu ficava o dia todo a falar sobre isto. :)
Imagem de perfil

De AnaCosta a 11.06.2014 às 15:07

Boa Arrumadinho, há que aproveitar as oportunidades quando elas surgem! Concordo consigo no que toca aos produtos, acho que é mais interessante para quem o lê que sejam coisas que goste para que não sejam foram do contexto do blogue!!

Beijinhos,
diasdechocolate.blogs.sapo.pt/

Comentar post


Pág. 1/3




A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs