Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

segunda.jpeg

Nos últimos dias, apareceram fotografias, maquetas e imagens animadas em vários órgãos de informação com aquilo que deverá ser a nova 2ª circular de Lisboa, toda bonitona, cheia de árvores por todo o lado, naquela que é uma das maiores apostas da câmara municipal, com um investimento que deverá rondar os 12 milhões de euros (sem derrapagens).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:55

26
Mar14

O bichinho da bicicleta

por O Arrumadinho

Na semana passada, por razões profissionais, passei um dia na Serra da Estrela a fazer uma reportagem (quando estiver para sair em aviso). Pelo meio, peguei numa bicicleta e tentei ir da Covilhã ao alto da Torre, ou seja, tentei trepar os 20 km da Serra e chegar ao ponto mais alto de Portugal Continental, coisa que nunca tinha feito (de bicicleta). Quando revelar tudo, saberão como é que a história acabou.

 

Mas o que queria aqui falar era do bichinho que votou a nascer cá dentro e que me puxou para a bicicleta. Há dois anos, quando trabalhava e vivia na zona das Avenidas Novas, ia todos os dias para a redacção na minha velhinha bicicleta de ciclismo, que me foi oferecida pelo meu sogro, antigo ciclista. A bicicleta, de 1980, precisou de uma intervenção jeitosa e ficou mesmo gira, mas desde que a revista onde trabalho se mudou para Benfica deixei de conseguir usá-la para vir trabalhar. Não é que fique assim tão longe de minha casa, mas, simplesmente, e nesta fase da vida, é impraticável. Há miúdos para ir deixar em pontos diferentes da cidade, há horários para cumprir, e não há um balneário na minha redacção onde possa tomar um banho, já que se viesse de bicicleta chegaria ao emprego todo suado, o que não é fixe para mim nem para quem trabalha ao meu lado.

 

Ainda assim, e depois deste trabalho, voltei a ter vontade de pegar na bicicleta. Mas não o quero fazer sozinho. A minha ideia é a de que, agora com o bom tempo, possa pegar na mulher e nos filhos e levá-los a passear de bicicleta. Ou seja, a minha, de estrada, com rodas fininhas, sem amortecedores, e com apenas duas mudanças (e um problema sem solução no sistema de mudanças), é muito pouco prática para estes passeios, que vejo poderem acontecer em zonas como Belém, Parque das Nações, jardins, etc., ou seja, onde o piso não é totalmente liso. Isto tudo significa que ando a pensar em comprar uma bicicleta de BTT. 

 

A que usei na Serra da Estrela, uma Scott, em carbono, era espectacular, mas era emprestada. Nos últimos dias tenho andado a ver coisas, novas e em segunda mão, mas tenho um problema: não percebo grande coisa de bicicletas BTT, por isso, não faço ideia do que é que pode ser melhor ou pior, ou porque é que uma bicicleta pode custar 3 mil euros e outra 300, quando as duas, assim à primeira vista, me parecem muito parecidas. Faço, assim, um pedido de ajuda à malta entendida: o que é que me recomendam? Marca? Modelo? Características.

Eu digo exactamente o que pretendo:

Uma bicicleta que me permita passeios ligeiros, em família, mas que também me sirva para me aventurar em treinos longos, de 40, 50 km, com subidas a serras, desafios um pouco mais exigentes. Não quero uma bicicleta de mato, nem para entrar em competições, quero uma que seja muito boa para estrada, que é sobretudo onde a irei usar, mas que também esteja preparada para terrenos mais acidentados, com areia, com empedrado, etc.. 

Há por aí craques do BTT que me ajudem? E, já agora, podem deixar-me links nos comentários com coisas que possa encontrar em lojas ou sites em segunda mão? 

Agradecido.

Deixo-vos aqui uma foto da minha bicicleta actual, a que foi do meu sogro, e que eu recuperei há três anos. Até lhe dei um nome: Agostinha (em homenagem ao grande Joaquim Agostinho).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:13



A minha segunda casa


Sigam-me


Os meus livros


Sigam-me no SAPO

foto do autor


Coisas mais antigas

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Google Analytics



SAPO Blogs